A odontologia está em constante desenvolvimento e uma das áreas que não para de evoluir em termos tecnológicos é, sem dúvida, a implantodontia. Os tratamentos estão cada vez mais rápidos e precisos, permitindo ao paciente sorrir e mastigar com segurança.

Quem perdeu um ou mais dentes se beneficia com os implantes dentários, pois há ganhos para saúde bucal, qualidade de vida, aparência e também autoestima. Além disso, diferentemente das próteses móveis em alguns casos, com os implantes a pessoa pode conversar, sorrir e se alimentar normalmente, pois esses dispositivos são resistentes e estáveis.

Neste post, vamos mostrar a tecnologia por trás do implante dentário – como os materiais de última geração, o planejamento digital do tratamento, as próteses produzidas em impressoras 3D, além da cirurgia sem cortes. Acompanhe!

Materiais de última geração

Os implantes dentários funcionam como a raiz do dente, por isso se assemelham a parafusos, que são fixados no osso da mandíbula ou maxilar. Na sequência, recebem a coroa de porcelana, que faz o papel do dente.

É, portanto, um processo bastante complexo. É preciso que os materiais utilizados sejam “amigáveis” ao organismo para que não ocorra rejeição, o que pode comprometer todo o tratamento.

O material mais utilizado na implantodontia é justamente o titânio — metal leve e resistente e que consegue ter a mesma funcionalidade dos outros dentes, suportando a força do maxilar. Assim, o paciente volta a mastigar com segurança, sem receio de comer na frente dos outros e sem precisar selecionar determinados alimentos.

Mas o grande diferencial do titânio é a biocompatibilidade. O que isso significa? O implante fica incorporado ao osso de forma natural, ou seja, as possibilidades de rejeição e reações alérgicas são mínimas. O que ocorre é um processo chamado osseointegração, em que o dispositivo é incorporado ao tecido ósseo.

Implantes de zircônia

Implantes dentários feitos de zircônia vêm ganhando espaço por conta de algumas características específicas. Sendo material cerâmico, são biocompatíveis, o que favorece o sucesso do tratamento. Além disso, são bastante leves.

Outro fator que conta pontos a favor desse material é a sua tonalidade marfim, que se assemelha bastante a um dente natural. Em casos de pacientes que apresentam pouca gengiva, os implantes de zircônia funcionam como a solução estética ideal.

Tratamento mais preciso e personalizado

A tecnologia nos implantes dentários tornou o tratamento bem mais preciso. As vantagens já começam no planejamento, em que é utilizado um scanner intraoral para captar as imagens dos dentes e da face de forma digital.

Além da agilidade, esse processo é extremamente mais cômodo ao paciente, pois são dispensados os tradicionais moldes de gesso — que podem causar ânsia de vômito, exigem provas para se adequar completamente e são mais imprecisos como modelos para a confecção da prótese.

Já as imagens digitais são obtidas rapidamente com uma microcâmera. Na sequência, são enviadas para o laboratório, que confecciona, em poucos minutos, a prótese em porcelana pura para o implante — em uma impressora 3D, no processo CAD/CAM.

Desse modo, é um processo altamente eficaz e que faz a reprodução perfeita do dente natural do paciente.

Além de finalizar o tratamento em menos tempo, os resultados dessa tecnologia são mais personalizados, impactando positivamente na estética e no bem-estar dos pacientes.

Cirurgia sem cortes

Falando em precisão, não podemos deixar de citar a cirurgia para a colocação de implantes dentários realizada sem cortes. Isso mesmo! Muita gente deixa de procurar o especialista e colocar esses dispositivos por medo da cirurgia e do uso do bisturi, mas saiba que a tecnologia garante um procedimento menos invasivo.

A técnica é chamada de guia cirúrgico para implante — que consiste no planejamento digital de todo o procedimento, no qual o dentista usa a tecnologia 3D, nanotecnologia e os exames de tomografia para definir a área em que será inserido o implante dentário.

A vantagem é a precisão e a menor dosagem da anestesia. Além disso, o dentista não utiliza o temido bisturi e não precisa dar pontos.

O paciente faz a cirurgia com mais tranquilidade, pois já sabe que não haverá cortes. Sem contar que a recuperação é mais rápida, visto que não há sangramento e inchaços.

Dessa maneira, em pouco tempo, a pessoa consegue fazer a reabilitação oral e voltar a ter qualidade de vida, podendo, por exemplo, mastigar com segurança.

Implante de cicatrização rápida

A evolução tecnológica nessa área é intensa, e novos processos surgem para tornar todo o processo mais seguro, rápido e eficiente. Um dos tipos mais tecnológicos apresenta o diferencial de ter uma cicatrização rápida.

Normalmente, todo o tratamento tradicional de colocação desses dispositivos dura, em média, 6 meses, por conta do processo de osseointegração. Com o implante dentário de cicatrização rápida o tratamento é finalizado em 30 a 90 dias, dependendo do suporte ósseo de cada paciente.

Como é possível reduzir tanto assim o tempo do procedimento? O segredo está no material, cuja superfície é hidrofílica — o que quer dizer que atrai água. Como o sangue é composto, em sua maioria, por água, há atração das células ósseas para o implante, o que otimiza, portanto, a osseointegração. Com isso, a cicatrização consegue ser finalizada em um prazo mais reduzido.

Importância de uma equipe especializada

Com todos os avanços na área da implantodontia, é importante procurar clínicas que investem em tecnologia e tenham equipes transdisciplinares que estejam sempre atualizadas.

Dessa maneira, será feito o diagnóstico e o plano de tratamento adequado para cada caso, ou seja, o atendimento será seguro, completo e com resultados superiores.

Os implantes dentários são dispositivos altamente tecnológicos que permitem ao paciente mastigar com segurança e ter qualidade de vida — além de elevar a autoestima, por conta de todos os ganhos estéticos no sorriso. Procure uma clínica especializada e descubra como esse tratamento pode transformar sua vida!

Ficou interessado em colocar o implante dentário? Agende uma consulta com a Sorrisus — a rede de clínicas que está presente em todo Brasil e é referência em equipamentos de ponta e profissionais altamente especializados.