Ao longo dos últimos anos, vem aumentando a quantidade de pacientes que chegam ao consultório odontológico fazendo a mesma pergunta para o dentista: o chiclete que limpa os dentes funciona de verdade?

Para desmistificar essa questão, é preciso saber qual é a relação existente entre a composição do chiclete e a limpeza da boca, identificando os benefícios que esse hábito pode promover.

Também é preciso entender que a goma de mascar pode ajudar a manter os dentes limpos por um certo tempo, mas não substitui a escovação.

Por isso, convidamos você a continuar a leitura deste artigo para esclarecer todas as dúvidas sobre o chiclete que limpa os dentes. Acompanhe!

Conheça o principal ingrediente do chiclete que limpa os dentes

Certamente, você já recorreu ao famoso chiclete que limpa os dentes depois de um almoço corrido durante um dia cheio de atividades, não é mesmo?

De fato, a goma de mascar e alguns alimentos ajudam a remover os restos de comida e deixam o hálito mais fresco. Mas você sabe qual é o ingrediente responsável pela sensação de boca limpa, mesmo sem a escovação? Estamos falando do xilitol, um adoçante usado no lugar do açúcar para deixar o chiclete com sabor agradável.

O nome pode parecer estranho, mas se trata de uma substância muito conhecida pelos dentistas, acostumados a esclarecer as dúvidas dos seus pacientes sobre as vantagens e desvantagens do hábito de mascar chiclete depois das refeições.

Algumas pesquisas na área da Odontologia concluíram que o xilitol tem propriedades capazes de impedir a atividade de fermentação das bactérias, o que ajuda a proteger o esmalte dos dentes e a evitar o aparecimento de cáries.

É sempre bom lembrar que o chiclete que limpa os dentes é só aquele sem açúcar. Os tradicionais, na verdade, causam o efeito contrário e ajudam na formação de cáries pois acabam por “fornecer alimento” para as bactérias.

Mas não é só por ajudar a prevenir as cáries que o chiclete sem açúcar tornou-se um aliado da saúde bucal. Quando usado com moderação, ele traz alguns benefícios, como você verá a seguir.

Saiba quais são os benefícios possíveis

Antes de listar os benefícios que o hábito de consumir chiclete sem açúcar pode provocar, é importante esclarecer que não é preciso mascar a goma por períodos maiores que cinco minutos, no máximo, três vezes ao dia.

Na opinião de especialistas, esse é o tempo necessário para o xilitol causar o efeito preventivo e ajudar a manter as bactérias causadoras da cárie sob controle.

Veja, agora, as outras vantagens do chiclete que limpa os dentes para a saúde bucal.

Aumento da produção de saliva

O movimento de mastigação é um estímulo para que as glândulas salivares aumentem a produção de saliva, mesmo quando se trata da goma de mascar.

Além de dar início à digestão dos alimentos, a saliva tem um papel fundamental na limpeza da boca, pois ajuda a remover os restos de alimentos e a controlar o pH da cavidade bucal.

Com isso, ela diminui a proliferação das bactérias causadoras da cárie e evita o aparecimento do mau hálito.

Estímulo da remineralização dos dentes

A ação do xilitol e o aumento da produção de saliva atuam como um estímulo para a remineralização dos dentes, fortalecendo toda a estrutura dental.

A barreira de proteção formada também impede que o ácido produzido pelas bactérias comprometa o mineral dos dentes, levando a lesões cariosas mais complicadas, que podem resultar na perda dos dentes caso não sejam devidamente tratadas.

Auxílio no controle da diabetes

Diferentemente dos doces em geral e dos chicletes com açúcar, a goma de mascar com xilitol não aumenta a concentração de insulina no sangue, o que ajuda no controle dos níveis de glicose em pessoas com diabetes.

Essa propriedade do xilitol também é uma boa notícia para quem está passando por um processo de emagrecimento, pois mascar o chiclete sem açúcar pode saciar o desejo do organismo pelos doces.

Apesar de todos esses benefícios, você deve saber que a escova e o fio dental continuam sendo os maiores aliados da saúde bucal. Por isso, a última seção do nosso artigo vai derrubar, de uma vez por todas, a ideia de que o chiclete que limpa os dentes substitui a escovação. Confira!

Entenda por que mascar chiclete não substitui a escovação

Mascar chiclete em excesso pode causar sérios danos à saúde bucal. A salivação é positiva – mas se for constante e em abundância, acaba por prejudicar o pH da boca, deixando os dentes desprotegidos e favorecendo a proliferação de bactérias.

O movimento exagerado de mastigação, por sua vez, pode causar desgastes na articulação temporomandibular, gerando problemas de oclusão e dores.

Além dos riscos à saúde bucal, é preciso ficar claro que mascar chiclete não substitui a escovação, pois apenas o movimento das cerdas sobre os dentes é capaz de remover completamente os restos de alimentos e a placa bacteriana.

Por isso, os dentistas recomendam escovar os dentes sempre após cada refeição. Quando isso não for possível, a limpeza deve ser feita ao menos três vezes ao dia, sendo que você nunca deve ir dormir sem fazer a higiene bucal.

Que tal relembrar o passo a passo fundamental para a limpeza dos dentes?

Escolha a escova certa e faça movimentos adequados

As escovas de cerdas macias são as mais eficazes para a boa higiene bucal. Basta um pouco de pasta dental para começar a limpeza dos dentes. Você não deve fazer movimentos com força ou velocidade excessiva, pois isso pode causar ferimentos nas gengivas.

Quem usa aparelho ortodôntico ou prótese dentária pode recorrer aos modelos de escova interdental, que têm formato diferenciado e são feitas para alcançar os espaços entre a estrutura do aparelho e os dentes.

Use bem o fio dental

O fio dental costuma ser motivo de dúvida para muitos pacientes, mas não há grandes mistérios no seu uso.

Com o pedaço enrolado na ponta de dois dedos, você deve deslizar suavemente o fio entre os dentes, fazendo movimentos na vertical e na horizontal até bem próximo da gengiva, para retirar os restos de alimentos que ficam acumulados ali.

As crianças e os adultos que têm dificuldade para manusear o fio dental podem recorrer a um passa fio.

Complete a limpeza com o limpador de língua e o enxaguante bucal

Por fim, o limpador de língua e o enxaguante bucal podem complementar a limpeza da boca e ajudar a controlar o mau hálito.

O limpador faz a remoção da saburra lingual, que é aquela substância branca que fica acumulada sobre a língua ao longo do dia. Existem diversos modelos disponíveis no mercado.

Já o enxaguante bucal deve ser usado com moderação, sempre na quantidade indicada pelo dentista, dando preferência às fórmulas sem álcool.

Mantendo os bons hábitos de higiene bucal todos os dias, você protege a saúde dos dentes e evita complicações que podem comprometer a sua autoestima e qualidade de vida.

Viu como o chiclete que limpa os dentes não pode substituir o uso da escova e do fio dental? Agora que você esclareceu todas as dúvidas sobre esse assunto, compartilhe este artigo nas redes sociais e ajude os seus amigos a cuidarem bem da saúde bucal!